Câmara dos Tormentos

Bem vindo(a) ao espaço reservado da Câmara dos Tormentos para a publicação de textos do gênero lírico. Aqui serão contempladas crônicas poéticas de cunho fantástico, sobretudo a poesia gótica, decadentista prevalecera diante dos contos de horror pessoal.
 
PortalInícioGaleriaFAQMembrosGruposRegistrar-seLogin
Compartilhe | 
 

 Constantinopla: A cidade do ouro (Informações Gerais)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shuincervok



Mensagens: 24
Data de inscrição: 11/08/2009

MensagemAssunto: Constantinopla: A cidade do ouro (Informações Gerais)   Seg Ago 17, 2009 4:09 pm

Passando e ativando o giro da ampliação
O falcão não consegue ouvir o falcoeiro
Estão a desmoronar todo o centro que não se pode segurar
Mera anarquia é libertada mediante o mundo,
O sangue-esmaecido está solto sobre maré,
E em toda parte
A cerimônia da inocência é afogada.
Nas melhores convicções, enquanto as piores
Estão cheios de intensidade apaixonada


- Milliam Butler Yeats, "The Second Coming".


Ambientação


Constantinopla: A cidade do ouro (Informações Gerais)

Constantinopla, em comparação a outras cidades do mundo que não resistiram aos séculos de isolamento, como a de Roma, que seguiu ao seu colapso, Constantinopla é uma velha cidade ainda de pé. Suas cúpulas douradas e uma arquitetura requintada, embora enfraquecida e erosada, capta toda sua gloria e esplendor. Para atravessar Constantinopla, tem que transitar sobre as cassadas que simultaneamente é andar do passado para o futuro. Em 1197, Constantinopla é a cidade cheias de surpresas e maravilhas, tanto para sua própria cultura, quanto para seus visitantes, situada entre a limiar entre o mundo ocidental e os mistérios do oriente. O império bizantino sobre sua capital é cheia de enigmas para todos os europeus, possuindo lendários locais que fascinam e assustam.

Idealmente localizado em uma península que faz ligação entre a Europa ea Ásia Menor, Constantinopla fora fundada a partir do sexto século A.C. com os gregos ea colônia de Britanicos. Sua verdadeira história, no entanto, começou em 326 D.C, quando o grande imperador romano Constantino estabeleceu as bases da cidade, e superou Roma como a capital do Império. Nos séculos subseqüentes, tem crescido a cidade de Constantinopla, incorporando Roma, Helenístico e, acima de tudo, á influencia crista em um conjunto heterogêneo.
Em Constantinopla, situa-se o centro da igreja de Santa Sabedoria, Hagia Sophia, que é a maior do mundo com belas basílicas. Irradiado aparência exterior ao longo vinculo imaculado das ruas podem ser encontrados os muitos fóruns da cidade, e seu imponente Hipódromo, e os majestosos palácios a partir do qual o imperador e príncipe condutor de Constantinopla. Com suas moradias no estilo romano, bazares e monastérios isolados podem ser encontrados sobre a parte superior de Constantinopla, sobre as sete colinas, que são o lar de mais de um milhão de cidadãos – O que torna a maior e mais rica cidade do mundo.
Embora serena Constantinopla não tem escapado da ação destruidora do tempo, e em nenhum lugar isto é mais evidente do que no quarto latino das linhas do porto, sobre o Chifre dourado desta majestosa cidade.

Constantinopla: The Golden Horn


Fora chamada assim esta majestosa cidade nos dias atuas, o seu passado, seu Imperador que converteu ao cristianismo, sentindo uma grande decadência ao lado Ocidental dos seus domínios. Trocou a velha Roma por Bizancio, abandonou seu velho latin adotando o grego, seu antigo titulo de imperador pelo de Basileu. Um pequeno porto situado no Bosforo, uma passagem que ligava o mar Negro ao mediterrâneo.
Suas ruas repletas de vida, cruzam gregos, romanos, sérvios, búlgaros, árabes, venezianos, genoveses, godos, varegos, russos, etc... Forma uma mega metrópole dos dias atuais, era uma cidade controlada por um visionário, possuindo varias vozes em seus fóruns de varias nacionalidades e dialetos.
Fora tratada, com o maior centro financeiro, mercantil e Multicultural de toda aquela parte do globo terrestre. Sendo considerava como a segunda Roma, A Nova Roma, um chamariz para os habitantes, que em épocas de grande comercio sobre a cidade, chega a possuir mais de 24,6 milhões de habitantes sobre seus muros.

Era a Nova York daqueles tempos

De certo modo, Constantinopla foi ao seu tempo uma espécie de mistura de Nova York com Jerusalém. Isto é, uma metrópole que conciliava perfeitamente os negócios e um intenso comércio com os assuntos da fé e da religião. Onde o luxo ostensivo da corte imperial e do patriciado local convivia com a pobreza e mesmo com a miséria, o ouro e os trapos circulando por perto um do outro.

A varias moedas rodando toda a parte do mercantil da cidade, esta moedas são: bizantinas, o solidus (antigo aureus romano) e o numma. Porem sua modeda oficial é: Solidus, Hyperpyron
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

Constantinopla: A cidade do ouro (Informações Gerais)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Câmara dos Tormentos ::  ::  :: -